Translate

terça-feira, 21 de junho de 2016

LIBERDADE #08: PENSE: A LIBERDADE COMEÇA DE DENTRO!

A liberdade começa no seu mundo interior. Se você não for livre, dentro de si mesmo, nunca será livre externamente. Sempre haverá alguém que tentará te controlar e, com isto, buscará limitar ao máximo sua liberdade para o próprio benefício dela. Sejam chefes assediadores, parentes folgados, conhecidos que abusam de sua boa vontade... sua liberdade de decidir seus caminhos estará sempre em risco por pessoas que sabem como lhe manipular: seja uma manipulação psicológica (amigos, parentes), seja social/profissional (chefes assediadores), ou mesmo restrições físicas (locais onde não se pode conversar, interagir com as outras pessoas, ou onde não se consegue agir livremente sem ser exposto como diferente ou alvo).
Mas dentro de sua mente você pode ser livre, pois nasceu livre e sempre poderá pensar e refletir livremente, sem que ninguém interfira em seus pensamentos, a não ser você e seus próprios sentimentos. 
Lidar com os próprios sentimentos e desejos já é um grande desafio, realmente... mas quando você tem sua liberdade externa podada, quando você não pode buscar sua verdadeira felicidade, quando não pode agir como você realmente é... então consciente e inconsciente se unem, razão e emoção, que te farão não apenas suportar as limitações externas, mas superá-las.
Você só estará preso a algo, a algum lugar ou a alguém se acreditar nisso.
domingo, 19 de junho de 2016

LIBERDADE #07: ACEITE O NOVO, DEIXE IR O PASSADO

Sua liberdade só começa depois que desapegar totalmente do passado, e aceitar as coisas e pessoas novas que a vida lhe dá. Estamos presos a histórias que poderiam ter dado certo, a pessoas que nos decepcionaram, a escolhas erradas que fizemos e gostaríamos de desfazer, a chances que tivemos e não aproveitamos, a tudo que poderia ter sido, mas não foi.
Nossa mente costuma remoer estas possibilidades de 'ter sido', imaginando a chance de que elas ressurjam na nossa frente e aí possamos fazer diferente... mas isto é mera ilusão. Mesmo que retornem, serão novas possibilidades, nunca aquela que já se foi. Um vaso quebrado continuará a ser um vaso quebrado, mesmo depois que colemos seus cacos. O que já foi, já era, não será novamente. 
Desapegar do passado é um passo imprescindível para o seguinte, que é aceitar o novo. Além disso, estar ansioso pelo novo ajuda a curar as feridas do passado: comece a enxergar que as coisas que pareceram dar errado anteriormente, nada mais são que formas que o destino se utilizou para te levar às coisas certas, no futuro. Nada do que de bom acontecerá a você aconteceria se seu passado (bom ou ruim) não tivesse acontecido. No final das contas, a vida se compensa, de uma forma ou de outra, basta você saber olhar o lado bom das coisas.
quinta-feira, 16 de junho de 2016

LIBERDADE #06: FECHE A PORTA E SIGA EM FRENTE

Há uma antiga história de um general chinês, uma lenda, que dizia que o mesmo era um grande vencedor de batalhas, e que para convencer suas tropas a lutar sempre com o mesmo vigor, apesar de todo o prestígio já atingido, queimava os barcos, carruagens e se desfazia de qualquer meio de transporte que seus batalhões tinham se utilizado para chegar no lugar a ser conquistado. Fazia isto para que seus homens lutassem sabendo que não tinham escolha: ou venciam ou morreriam.
Em gestão estratégica aprendi esta estória com o nome de 'tática de queimar os barcos'.Não significa esquecer o passado, e sim deixar para trás tudo aquilo que não vai te ajudar a chegar onde você decidiu querer chegar, e levar apenas o necessário. É o que os escoteiros e os soldados fazem quando vão acampar na floresta: levam apenas o necessário. Levam apenas o que os ajudará na viagem.
quarta-feira, 15 de junho de 2016

LIBERDADE #05: DISCIPLINA É LIBERDADE!

Já o sabia Renato Russo. A verdadeira liberdade é uma prisão: mas a prisão da escolha que você fez (e não os outros), para a sua vida. A vida é feita de escolhas duras e difíceis, e qualquer dos caminhos que você decida seguir, terá um preço a pagar. Mas somente trilha o caminho do próprio autodesenvolvimento, da sua própria evolução psíquica e espiritual, aquele que está ciente do caminho que escolheu, e não projeta a culpa pelas pedras que encontrará no caminho, nos que estão à sua volta.
Escolher um caminho muitas vezes pode ser doloroso, outras pode ser até fonte de novo ânimo, novas perspectivas na vida, mudanças, liberdade (palavra linda). Mas a verdadeira liberdade traz consigo uma grande responsabilidade: buscar aquilo a que você se propôs, aquilo que você escolheu.
Podemos errar na escolha inicial, podemos mudar de direção no meio do caminho, podemos querer voltar atrás... pode-se tudo nessa vida. Mas seja fiel ao que você realmente quer, ao que realmente deseja: não se mantenha ao lado de pessoas que não vão te levar para onde você quer ir. Não continue com hábitos que não te ajudam a conseguir o que tanto quer. Não postergue decisões e atitudes que devem ser tomadas o quanto antes, para que seu caminho possa prosseguir. 
terça-feira, 12 de abril de 2016

LIBERDADE #04: DESLIGUE-SE DE QUEM NÃO TE FAZ CRESCER!

Sua liberdade só começa quando você caminha aos seus objetivos junto com aqueles que te querem bem, te apoiam de verdade, e estão presentes nos piores momentos. Quando você se prende a pessoas negativas, sugadores de energia, pessoas que nem sabem o que querem de suas próprias vidas, cai no grande buraco negro de suas vidas, do qual dificilmente sairá sem um grande esforço emocional.
Infelizmente somos capazes de nos acostumar com as piores coisas. Dentre elas, pessoas que nos afundam na vida, pessoas que não te merecem, pessoas que abusam de sua boa vontade, de seu amor, de seu carinho, sua atenção. Por muitas vezes, nossa percepção falha, por conta dos sentimentos que nutrimos por estes indivíduos, faz-nos acreditar que estamos errados por querer nos afastar. Mas não está. É seu instinto de sobrevivência.
Você só começará a se valorizar se exigir que os que estão à sua volta também te valorizem na medida que sabe que merece! Ame-se e exija daqueles aos quais cuida e dá atenção o mesmo, não se contente com menos. Aguardar o amor e o carinho daquela(e) que nunca soube o que é reciprocidade é uma das piores formas de prender-se a alguém, e de jogar fora sua própria liberdade. Para ser livre você deve agir e sentir como alguém livre: aceite em sua vida apenas as pessoas que vão para o mesmo lugar que você, se sabe bem onde quer ir. Não perca seu tempo, sua vida, suas esperanças, sua energia com quem não se importa com seu crescimento, com o que está buscando.
segunda-feira, 11 de abril de 2016

LIBERDADE #03: ESQUEÇA O TEMPO, COMECE AGORA!

Não se prenda ao tempo! Não acredite que ele é um limitador às suas possibilidades de ser quem deseja ser. Faça o tempo trabalhar a seu favor! Nunca será tarde se você começar hoje, se começar AGORA!
Existe duas formas de vivenciar o tempo: o tempo Cronológico e o tempo Kairótico. 
O Cronológico (Cronus na Mitologia Grega) é um tempo feito de cortes, de interrupções, de inícios e fins delimitados... é o tempo que costumamos viver, que nos angustia pois quando nos aproximamos do final de uma etapa, não há perspectivas, a menos que estejamos preparando uma nova etapa. 
Já o tempo Kairótico (de Kairós, o Deus do tempo oportuno na Mitologia Grega) é um tempo vivenciado em ciclos, de começos e recomeços. É um tempo em que você sempre estará no início e fim de alguma etapa, de términos mas também de renascimentos constantes. Um tempo que merece ser vivido, pois é o seu tempo, aquele que você vivencia, no seu ritmo, não aquele imposto pelos ponteiros do relógio. 
Cada um tem sua frequência, seu rítmo, seu tempo. A sua vida dá o toque que deve dar à velocidade de seu tempo. É seu tempo Kairótico. É o tempo da natureza. 
domingo, 10 de abril de 2016

LIBERDADE #02: NÃO SE PRENDA À IMAGEM QUE CRIARAM DE VOCÊ!

Nossa liberdade deve ser conquistada, não é algo que nos seja dado de graça pela vida. E o segundo passo que deve ser dado para conquistá-la é assumir sua própria personalidade, que quase sempre é muito diferente da imagem que as pessoas fazem de você, e à qual se vê obrigado(a) diariamente a seguir para evitar conflitos, afastamentos, cobranças. 
A sociedade, nossos familiares, amigos, todos criam uma imagem de quem você é, para facilitar o modo de lidar contigo, e para prever seus próximos passos, sua forma de agir. É esta falsa percepção de previsibilidade que deixa as pessoas tranquilas a lidarem com você, acreditando que você é o que elas acham que é. Não importa, na realidade, para o mundo e para todos, quem você seja na realidade, desde que seja previsível, e possam lidar com você dentro dos limites que acreditam que você tem. E é nessa caixa de papelão que você encontra-se preso(a), impedindo-se de ser quem realmente é.
Se as pessoas acreditam que você é incapaz de falar um palavrão, você evitará falá-lo, mesmo que saiba que é capaz de fazê-lo. Se as pessoas acreditam que você não é bom musicista, provavelmente irá se furtar a aprender a tocar algum instrumento musical, porque, afinal, todos dizem que você não é bom nisso. Se as pessoas gostam do seu relatório no trabalho, você tenderá a congratular-se de ser bom neste tipo de serviço e poderá evitar aprender coisas novas nas quais elas não sabem (talvez você não) que seja tão bom ou melhor, somente porque não quer decepcioná-las.
O bom pai, a boa mãe, o bom irmão/irmã, o bom vizinho(a), o bom aluno(a)... são tidos assim pela sociedade dentro de um padrão estereotipado, previsível, e que evite ações que as façam pensar fora de seu MODELO MENTAL de como acham que as coisas sempre foram e sempre deveriam ser.
Seja você, seja diferente. Seja o que gostaria que fosse.