Translate

sexta-feira, 2 de março de 2018

SUPERAÇÃO #23: APROVEITE A CALMARIA!

Há momentos no meio da tempestade em que uma calmaria surge... proporcionando o retorno da esperança de que o sol vai voltar a brilhar, depois de tudo isso. Aproveite estes rápidos momentos para recuperar as suas forças, para tomar ar antes de voltar a submergir... não há como impedir a tempestade de voltar... ela é maior que você... mas há como aguentar firme para estar vivo e forte quando a água abaixar e você poder notar que se tornou mais forte depois de tudo isso!
Sempre há estes momentos... é respirando e se tranquilizando nestes oásis no meio de diversos problemas e obstáculos que enfrentaremos todos os dias, que conseguiremos chegar ao fim do percurso mais preparados do que quando começamos a caminhar.
Nada é fácil, nada cai do céu nesta vida. De uma forma ou de outra você merecerá, para seu próprio bem e autodesenvolvimento, todas as agruras e desafios que a vida nos impõe. Mas ela sabe que mesmo o mais duro diamante não é indestrutível. Você terá momentos para respirar.
sábado, 24 de fevereiro de 2018

SUPERAÇÃO #22: NÃO CAIA NA ARMADILHA DO AUTO-ELOGIO

Um dos maiores obstáculos que uma pessoa pode encontrar para superar seu próprios problemas e dificuldades é cair na armadilha do auto-elogio dos próprios defeitos! Há dois principais caminhos a se seguir quando estamos em uma situação de grave crise pessoal, e queremos mudá-la: ou superamos as dificuldades (incluindo a parte onde erramos e que podemos melhorar de nós mesmos, mesmo sabendo que há variáveis que não podemos interferir no ambiente), ou então atribuímos toda a responsabilidade pelas coisas que nos acontecem a quem / o que está à nossa volta, qualificando nossos defeitos de qualidades. Essa é a saída mais covarde, e a que te dará mais certeza que em vez de evoluir e melhorar como pessoa (para si e para o mundo), você regredirá cada vez mais até não ter mais a quem culpar ao seu redor.
O auto-elogio de defeitos está se tornando comum, principalmente às mentes mais infantis: é uma característica das crianças (não por caráter, mas porque ainda não atingiram um nível mínimo de autocrítica e autopercepção) achar que estão agindo corretamente e que, se algo deu errado, foi porque não te compreenderam, ou porque outra pessoa quis errar, e não você.
Já vi pessoas assim auto-elogiarem sua preguiça, sua desonestidade, sua falta de palavra, sua falta de compromisso com os que se preocupam com ela, seu egoísmo, sua ganância pessoal... enfim...  a palavra aceita tudo... as atitudes só demonstram o verdadeiro caráter... pode-se dar os mais belos nomes e justificativas para a falta de caráter e de responsabilidade, e por vezes as pessoas que caem na armadilha do auto-elogio estão mais em busca de justificativas para as ações e comportamentos errados que sabem que tem, do que em realmente serem pessoas boas e evoluídas no mundo.
Para quem auto-elogia seus defeitos, colocar-se como vítima é um papel que cai como uma luva: é a pessoa incompreendida, porém se acha o mais perfeito dos seres humanos... acho difícil que tanta gente critique uma única pessoa, e esta mesma não consiga encontrar em si um único traço (por menor que seja) que dê razão a alguma crítica.
sábado, 17 de fevereiro de 2018

SUPERAÇÃO #21: ESPERE DIFICULDADES MAS NÃO DEIXE DE TENTAR

Não espere que as coisas sejam fáceis para você. As vezes comparamos nosso desempenho e as dificuldades que nos surgem pelo caminho, com outros que estão na mesma busca nossa mas, aparentemente, recebem da vida como que um "salvo-conduto" para chegar onde querem enquanto obstáculos monstruosos se contrapõem entre nós e nossos objetivos. Nesta comparação costumamos esquecer que nem tudo é o que parece ser.
Dificuldades ou facilidades, é sempre um ponto de vista. Ninguém se desenvolve só com facilidades. Também, a vida não é um eterno ninho de espinhos. Se encontramos diversas dificuldades no caminho que queremos e desejamos percorrer, ou estamos errados (isto requer uma autoavaliação criteriosa) ou, se tivermos certeza que é realmente nosso caminho, cada dificuldade que se nos impõe a vida é uma etapa a ser concluída para concretizarmos o que tanto buscamos.
Parece lógico, e é, mas é difícil de nossos sentimentos entenderem tal fato quando olhamos ao nosso lado outros logrando tão facilmente o que para nós, é tão difícil ou até parece impossível.
O que não se pode fazer é desistir, nesta situação. Há pessoas que, ao percorrerem um caminho mais difícil, logo desistem e tentam outro mais fácil. Outras até mudam seus objetivos, para alguns mais simples. Não irei dizer que isto será errado ou certo, mas sim que esta decisão estará diretamente ligada à profundidade com a qual você viverá a vida. 
Podemos viver a vida superficialmente, esperando que ela nos dê de bandeja o que possa nos sustentar, e suportar os piores momentos quando ela não o fizer, sem fazer nada para melhorar nossa situação. É uma possibilidade, que não é muito diferente de vegetar em vida. Um vegetal age da mesma forma, talvez até melhor.
sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

SUPERAÇÃO #20: EQUILÍBRIO VEM DE DENTRO

Não adianta em nada seu mundo exterior estar indo conforme seus planos, se dentro de você há conflitos que não lhe deixam sequer dormir em paz. De nada adianta seguir brigando e encontrando moinhos de vento como inimigos (como Dom Quixote), sendo que seu verdadeiro inimigo foi criado por você mesmo(a), dentro de você. O equilíbrio exterior vem do equilíbrio interior. Há pessoas que mudam de bairro, cidade, estado, país, acreditando que irá encontrar a paz, e ao conhecer novas pessoas, novos lugares, encontram os mesmos problemas de antes... isto porque não perceberam que elas carregaram os problemas dentro de si... estão apenas projetando seus conflitos internos.
A superação de seus problemas só ocorrerá quando estiver em paz consigo mesmo(a), e para isto acontecer, deverá não apenas aceitar as coisas da vida que não pode mudar, mas também (e principalmente) estar certo(a) de que fez tudo que podia e estava ao seu alcance para alcançar as coisas que deseja, da maneira que sabe que era certa.
Não imagine que há um grande ser olhando tudo o que você faz, e que irá te punir pelas coisas erradas que fez nesse caminho de busca pela felicidade que a vida é. Não, não é exatamente assim... somos nós mesmos que nos punimos porque todos, sem exceção, sabemos e sentimos (principalmente sentimos) o que é certo nesta busca, e o que é errado. Acontece que por vezes "tentamos"esconder de nós mesmos nossos atos mais sujos neste caminho, causando um desequilíbrio interno que, por negarmos sua existência, cresce e cresce dentro de nós, transformando-se numa tensão que acabamos por projetar em pessoas e situações exteriores, que nada tem a ver com a causa do problema.
quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

SUPERAÇÃO #19: SEJA COMO O SOL AO MEIO DIA!

Pessoas que iluminam e transmitem boas energias por onde passam, também atraem pessoas e situações positivas. A sombra se afasta da luz, sempre. Ao entrar no processo de superação em sua vida, suba, foque o ponto onde quer chegar e não tenha dúvidas de que chegará lá!
Seja marcante por onde passe, com quem fale, com o que faça! O sol ilumina a todos igualmente, não se esqueça! Leve boas energias por onde passar, alegre os ambientes, mostre que você está e é confiante de que o dia de amanhã será muito melhor que o de hoje, basta estar confiante disto e agir certo de que irá acontecer.
O mundo já tem gente pessimista demais. Já há muita gente projetando suas frustrações nos outros. Contribua para virar esse jogo! Projete sonhos, esperanças, luz, calor humano, elogios! As vezes não é de uma crítica construtiva que a pessoa precisa. Na maioria das vezes, precisamos é de pequenas ações de incentivo para dar-nos ânimo para levantar e seguir.
Seja aquela pessoa especial que alguém já foi algum dia na sua vida. Distribua cor, alegria, visão, a quem não está conseguindo enxergar agora! Entre na freqüência do bem, aquela onde a negatividade e as más intenções não conseguem fluir nem atingir.
quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

SUPERAÇÃO #18: MATURIDADE

Você só superará seus maiores problemas e desafios quando assumir sua responsabilidade sobre seu destino. Crianças culpam os outros, culpam qualquer coisa à sua volta, quando não conseguem algo. Adultos aceitam suas limitações e os obstáculos que a vida impõe a todos (a uns mais, a outros menos), mas mesmo assim não deixam de lutar pelo que querem. 
Gastar energia lamentando-se não te levará aonde quer ir. Perder tempo chorando à beira do rio não te levará para a margem oposta. Ficar apontando culpados para seus problemas não irá resolvê-los. Ter maturidade é levantar cada vez que cair e continuar andando. Tentar não cair novamente faz parte do processo, mas não é o essencial. O principal é sempre levantar, e continuar.
Nosso desenvolvimento, crescimento pessoal e espiritual, é feito de pequenos choques, feridas, machucados... pequenos (e as vezes grandes) bloqueios à nossa vontade. É a maneira de a vida nos testar, testar nossa capacidade de entender nossas limitações e encontrar meios de vencê-las, mesmo assim. Não é uma guerra contra a vida. É a própria vida em ação.
Entender isso, que não é uma guerra em que a vida ganha e você perde, será um grande passo para sua maturidade. O desafio é contra nossos próprios vícios: a tendência a mentir a si mesmo e aos outros, de desistir, de não acreditar que é possível e se acomodar, de culpar a todos e ao mundo por não termos fácil perto de nós o que tanto queremos. Esse é o típico comportamento de uma criança.
terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

SUPERAÇÃO #17: FILTRE O QUE VEM DE FORA!

Nem tudo o que vem das pessoas é para seu bem, ou necessariamente irá lhe fazer bem. Somos capazes de filtrar o que aceitamos, mesmo de críticas, e o que não queremos. E não querer receber algo (seja crítica ou elogio indevido) significa também não contestar, tampouco se importar em justificar.
Não perca seu tempo se irritando com pessoas que te criticam ou te analisam. Não gaste sua energia se explicando para quem não faz nenhuma diferença no seu processo de evolução pessoal. Muita gente irá lhe criticar ou analisar suas ações e seus pensamentos, não porque se preocupam ou se interessam por você, mas simplesmente porque querem projetar suas frustrações pessoais em algum alvo (e assim deixam de lado por um tempo a obrigação de analisarem a si mesmas).
Devemos ser como uma placenta: deixar entrar o que é bom e saudável para nosso crescimento, e impedir que entre o que nos faça mal.
Qualquer estímulo externo é filtrável. Ficar em frente à televisão assistindo a desastres e a notícias ruins o dia todo não tornará seu dia melhor. Escolher melhor o que quer ver do mundo, qual o lado da moeda da vida você prefere ver, não significa se alienar, se você sabe o que tem dos dois lados, mas prefere um deles. É um processo que acontece até mesmo a nível celular, e que devemos nos policiar a fazer no dia a dia.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...