Translate

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Dica 23 – a perfeição é só para os Deuses



Pare de tentar alcançar a perfeição. O mundo real não recompensa o perfeccionismo, ele recompensa as pessoas que conseguem FAZER as coisas. Viver eternamente só merece aquilo que é perfeito: viverá apenas sua perfeição, pois não terá para onde evoluir mais. Nós, seres mundanos, não. Precisamos evoluir, melhorar a cada dia. E nossos erros são a oportunidade para isto. A vida é uma oportunidade; a imperfeição, uma tarefa, que você escolhe realizar ou não. É livre seu arbítrio. Apenas não tente alcançar os Deuses: você é humano, mesmo que não se veja assim.  E o humano que você carrega, queira ou não, lhe faz contraditório, imperfeito, indeciso, paradoxal. O mundo é perfeito em sua completude (e nós fazemos parte deste TODO). Porém, como partes, nós somos imperfeitos. Vale dizer que só somos imperfeitos porque é assim que nossa mente nos vê. Afinal, o que é a perfeição?
A beleza? Pois a noção do que é belo e do que não é variou e muito ao longo dos anos (vide o livro ‘A história da Beleza’). É fazer tudo corretamente? E o que necessariamente é correto? Sob qual perspectiva? Veja que é nossa consciência, parcial e incompleta como é, incapaz de enxergar o todo, que divide as coisas em perfeitas e imperfeitas. Mas o passar da vida nos traz sabedoria. Quando mais sábios nos tornamos com o tempo, mais percebemos que o perfeito e o imperfeito são apenas dois lados da mesma moeda. Que onde há tristeza também pode haver felicidade. Que onde há morte, também haverá vida. E nos questionamos, então, quem somos nós, para definir o que é perfeito ou não. Descobrimos, afinal, que a própria imperfeição é PERFEITA!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...