Translate

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Dica 27 – você não pode ser TUDO para TODOS


Pare de tentar ser tudo para todos. Alcançar isto é impossível, e tentar apenas te levará ao esgotamento. Mas fazer uma pessoa sorrir PODE mudar o mundo. Talvez não todo o mundo, mas o mundo dela. Então estreite o seu foco. Cada pessoa é um universo em sua individualidade. Além disto, existe o ‘efeito borboleta’: conseguir melhorar o dia de uma única pessoa, pode gerar um efeito cascata de ressonância, afetando várias outras pessoas, e assim por diante. Você não precisa se preocupar em melhorar a vida de TODO O PLANETA! Responsabilize-se pelo menos por aquelas que você tem contato no seu dia a dia. Faça sempre o possível para ser o mais agradável, justo, prestativo e compreensivo o quanto puder, a maior parte do tempo.
Você estará fazendo a diferença na vida destas pessoas, e provavelmente com o tempo o efeito desta sua ação será notada além de seu círculo de relacionamento. É assim que se gera o ‘clima do ambiente’, como em uma empresa, por exemplo. O Clima Organizacional. Pode ser uma família também (clima familiar). O ar do ambiente pode ser ‘leve’ ou ‘pesado’, tudo depende do que as pessoas que a integram estão ressoando. Mas veja o seguinte detalhe: é mais fácil ressoar coisas boas (como gentileza, compreensão, bondade) do que ruins. Basta uma pessoa preocupada em ressoar boas percepções, em um ambiente, para conseguir melhorar o clima e a perspectiva de várias que estejam à sua volta. O contrário já não é totalmente verdadeiro. Não se apaga tão facilmente da memória um sorriso ou um momento feliz. Então, faça a diferença na vida das pessoas! Não precisa der de todas, mas pelo menos das que a vida lhe deu o presente de conhecê-las! Estará fazendo o bem a mais gente do que imagina!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...