Translate

domingo, 20 de abril de 2014

TESTE se você está preso(a) a um RELACIONAMENTO NEGATIVO

 

Responda ao Teste e veja se seu relacionamento (namoro, amizade, casamento, trabalho) está prejudicando sua autopercepção e seu crescimento pessoal.
 
Uma grande parte de quem é você na vida tem a ver com quem você escolhe para acompanhar e estar ao lado. Às vezes é a sorte e o destino que atraem as pessoas, mas você, no final, é quem decide quem pode ficar ao seu lado, quem você deseja seguir, e quem você prefere que saia o quanto antes de sua vida! Por vezes, é mesmo melhor estar sozinho que mal acompanhado.
 
Você deve aproximar-se de pessoas que te fazem um ser melhor e deixar ir aquelas que dificultam ou prejudicam isto. Aqui estão alguns sinais de alerta de que você está na presença de pessoas que não se importam realmente com você. Há muitos outros (se quiser sugerir mais, escreva no final da página. Seria muito bom termos sua opinião, para enriquecer o Tema.
 
Responda para cada uma das perguntas a frequência com que você percebe cada afirmação, quando está na presença da pessoa com a qual se relaciona. No final, clique no botão ‘calcular pontos’ e compare com a tabela de resultados.


1. Ele(a) só busca sua presença quando é conveniente
Qualquer relacionamento sem interação regular e comunicação vai ter problemas, especialmente quando há uma falta de compromisso entre as partes. Não desperdice seu tempo com alguém que só quer você por perto quando é conveniente para ele(a). Você não deve ter que forçar alguém a reservar um espaço em sua vida para você, porque se ele(a) realmente se preocupa, o fará naturalmente. Estar em um relacionamento com alguém só porque você a valoriza, sem que haja reciprocidade, não é a lealdade, é estupidez. Nunca implore a atenção de ninguém! Tenha um mínimo de auto-estima, e siga em frente, se necessário.  

2. Ele(a) joga seu passado contra você  
Algumas pessoas se recusam a aceitar que você não é mais quem costumava ser; que você cometeu erros no passado, mas já aprendeu e passou por eles. Ele(a) podem não ser capaz de suportar o fato que você esteja crescendo e seguindo em frente com sua vida, e assim ele(a) vai tentar trazer o passado para a conversa. Não caia neste jogo, reconhecendo o seu comportamento negativo anterior. SIGA EM FRENTE !!! Manter um passado imutável é um desperdício de energia e não serve para nada na criação de um dia melhor hoje. Se alguém te julga continuamente pelo seu passado e o prende a você, não merece sua companhia, deixe-o para trás!  
 
3. Você se sente preso(a) ao relacionamento  
Relacionamentos saudáveis devem manter as portas e janelas abertas. Ele deve fluir, como a água de um rio, e ninguém deve se sentir preso a ele. Apenas nestas circunstâncias, sem restrições, é que os relacionamentos prosperam e beneficiam todas as suas partes. Nele você pode entrar e sair quando quiser, e se escolhe ficar é porque é onde você QUER ficar. Se quiser realmente fazer parte da vida de alguém, todas as portas e janelas abertas do mundo não farão você sair. Se alguém fechá-las na tentativa de prendê-lo(a), é hora de encontrar forças para chutar a porta: este outro(a) busca alguém dependente, e você é e deve continuar sendo LIVRE!  

4. Ele(a) não incentiva seus sonhos e habilidades
Se você permitir que outras pessoas passem a definir em quais sonhos e habilidades você deverá investir, está se permitindo ficar preso à expectativa delas. O que você é capaz de alcançar não deve ser limitado em função do que os outros pensam, e sim do que você deseja como objetivo. Se é seu tempo e energia que você investirá, nada mais justo que a palavra final de onde aplicá-los seja sua também! As pessoas que querem te controlar vão criar todo tipo de argumento e suposição para convencê-lo do que é possível fazer ou não. Olhar para além dos pressupostos e limitações mentais dos outros e se conectar com o seu próprio ‘eu’ é a melhor forma de romper suas próprias barreiras mentais. A vida é uma grande jornada em que nada está decidido previamente. Os desafios que você superar, os objetivos que alcançar, os problemas que conseguir resolver dependem muito mais do que você espera alcançar e do quanto trabalha para isso, do que das expectativas dos que estão á sua volta. Então não se preocupe com o que todo mundo pensa. Mantenha viva a sua liberdade, a sua vontade, seus sonhos, seus dons. As únicas pessoas que vão ficar com raiva de você se fizer isto são aquelas que querem que você viva uma mentira.  

5. Ele(a) mente pra você
O amor é um verbo e não um substantivo. É uma ação que necessariamente deve estar em todos os relacionamentos sadios. O amor não é apenas sentimento de paixão e romance entre amantes, ele também é um comportamento entre amigos e familiares. Se alguém mente para você, ele(a) está desrespeitando você e o relacionamento entre ambos. Não existe ‘mentira para o bem’. Se alguém faltar com a verdade acreditando que seria melhor para você estará julgando-te antecipadamente: você tem o direito de decidir o que é bom ou não para sua vida, o que, afinal, só você poderá dizer. Também aqueles que só lhe dizem o que você gosta de ouvir trabalham em benefício próprio. Não se preocupam com você: apenas querem te convencer a fazer ou pensar de determinada forma. Quando alguém em sua vida é um mentiroso crônico e você continua dando-lhe novas chances de ser confiável, ambos terão muito em comum. Você estará mentindo e sendo desrespeitoso consigo próprio(a). Invista sua confiança em quem a merece.
 


6. Você sente a negatividade da outra pessoa
As pessoas negativas não se comportam de forma negativa apenas com você, mas com todos com que elas interagem. O que elas dizem e fazem é uma projeção de sua própria realidade - seus próprios problemas internos. Mesmo que digam alguma coisa que parece pessoal - mesmo que insultá-lo diretamente - muito provavelmente NADA tem a ver com sua pessoa. Terapeutas e psicólogos já estão acostumados com a tal ‘projeção’. O que essas pessoas dizem de negativo não deve ser levado a sério. Embora não tenha controle sobre o que eles dizem e fazem (o que eles entregam aos outros); você tem controle sobre se deve ou não permitir a você (o que você recebe). Você não só pode, como DEVE negar as palavras e ações venenosas de invadir o seu coração e mente. Quando sentir que está nesta situação, faça uma pausa e se dê algum espaço para respirar. As coisas positivas acontecem quando você se afastar de pessoas negativas. Fazer isso não significa que os odeia, e sim que você RESPEITA A SI MESMO(A)!
 
7. Ele(a) sente inveja de você
Um pouco de inveja não é ruim, mas quando alguém é excessivamente invejoso(a) do que você tem, há uma boa chance de que ele(a) realmente quer é tirar isso de você. A inveja excessiva faz a outra pessoa não lhe dizer o quanto te admira, ao mesmo tempo que significa o quanto não gosta de si mesma. Está muito ligada à baixa auto-estima. Se você puder, tente ajudá-la a se levantar, tomando o cuidado para que não te puxe para baixo. Muitas vezes nenhuma quantidade de amor, promessa, ou prova de confiança que você dê será suficiente para fazê-lo(a) se sentir melhor sobre si mesmo(a). Há coisas que cada pessoa deve consertar por si mesma. Felicidade, afinal de contas, é sempre resultado de um trabalho interno. Se necessário, deixe-a ir para preservar-se.

8. A fala dele(a) incentiva você a julgar e a odiar outras pessoas
Verdade seja dita, nenhum ser humano é superior. Nenhuma fé, raça, tamanho ou forma é inferior. Todos os julgamentos coletivos sobre os outros estão errados. Somente hipócritas se acham no direito de julgar os outros (em geral porque não foram até hoje capazes de julgar a si próprios, uma vez sequer na vida). Se você julgar os outros por sua cor de pele, o tamanho do corpo e sua beleza exterior, perderá TUDO sobre quem eles realmente são. É incrível a variedade e riqueza da história das pessoas que você pode encontrar e conhecer neste mundo, quando você se despe de qualquer julgamento estético, moral, religioso ou político. Mas as pessoas que julgam e odeiam outros de forma generalizada, sempre tentarão te convencer e motivá-lo a julgar ou odiar outros. São pessoas preconceituosas, e são um dos piores tipos de companhia: se tentar convencê-los que estão errados, você fará parte do grupo que eles(as) odeia(m). Evite-os(as) a todo custo, e torça para que a vida, uma terapia ou alguma força interior lhe convença de seu erro.
 
9. Ele(a) quer que você seja outra pessoa
Passe algum tempo com as pessoas que lhe aceitam do jeito que você é, e não como eles querem que você seja. Se perceber grande mudança da maneira como te tratam, passe a considerar a possibilidade de que não é você que eles(as) apreciam Passe mais tempo com aqueles que realmente te conhecem, te amam e te respeitam da forma como você é! Se você convive com quem espera que você seja alguém que não é, não lhe dê esperanças que vá mudar: isso é dar ao outro controle sobre quem você é e será. É mais sensato perder este tipo de relacionamento, do que tentar mantê-lo agindo como alguém que você não é. É mais fácil aceitar a mágoa de perder alguém e criar a chance de conhecer pessoas que te aceitem, do que juntar os cacos de uma identidade estilhaçada. É mais fácil preencher um espaço vazio dentro de sua vida de alguém que não te apreciava realmente, do que preencher o espaço vazio dentro de si mesmo, daquilo que você era e sempre desejava ser.
 
pontos.
 
-Menos de 15 pontos: relacionamento não possui grande nível de negatividade, não chegando a ser prejudicial. Se a outra pessoa for aberta a feedback sem se ofender, peça para também fazer este questionário. Imprima o seu e o dela e conversem para ver em que pontos poderiam melhorar, em especial se a contagem for acima de 10 pontos.
 -Entre 15 e 25 pontos: há alguns sinais de alerta em alguns pontos que não estão indo bem em seu relacionamento. Dependendo do fator, é possível conversar com a outra parte e pedir para que preste atenção a alguns pontos, explicando em que eles afetam você e a relação entre ambos. Exponha também o quanto será produtivo e benéfico ao outro mudar seu comportamento. Caso não haja mudança, pense seriamente em romper este relacionamento antes que lhe prejudique em algo.
 - -Acima de 25 pontos: se você refez o questionário e novamente calculou mais de de 25 pontos, significa que há grande chance de NÃO SER RECOMENDÁVEL CONTINUAR COM ESTE RELACIONAMENTO. Se achar sensato e viável explicar à outra pessoa os motivos reais, explique, mas não crie esperança de que ela mudará o comportamento por sua causa. Dê tempo ao tempo, mas atenha-se aos fatos do que já ocorreu e te levaram a avaliar este relacionamento desta forma. Valorize-se sempre, em primeiro lugar.
-
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...