Translate

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Pergunta 10: Você está mais preocupado em fazer as coisas direito, ou em fazer as coisas certas?

Em Administração, a gente aprende isto como sendo a diferença entre eficiência e eficácia: eficiência é fazer as coisas da maneira que devem ser feitas, seguir regras, cumprir cronograma, cumprir o planejado. Eficácia é conseguir atingir o objetivo. E ainda tem a efetividade: é o impacto de suas ações na vida das pessoas.
Mas na vida, a coisa vai muito além destes três conceitos, e envolve muito mais fatores. As pessoas que apenas fazem o que as outras (ou as regras) determinam que façam, sem questionar, o fazem por pelo menos um dos três motivos: medo, culpa ou vergonha.
Não se foge de nenhum destes três itens, pelo menos de um deles! Ou há medo das consequências de sair dos trilhos (por mais que o trem vá cair em um precipício depois da curva!), culpa (por já ter saído das regras em outro momento e errado, acredita que não deve nunca mais mudar sua rota - pensamento mais comodista do que de temor), ou vergonha (por acreditar não ter capacidade de ditar os rumos da própria vida, a pessoa não quer ser julgada então esconde-se sob a ordem de qualquer um que lhe diga o que deve fazer).
Fazer a coisa certa envolve certo grau de coragem, confiança em si, respeito a valores muito mais que ao julgamento que farão de você, honestidade, sentimento de predestinação! Palavras bonitas que muita gente gosta de escrever, mas não se lembra de praticar. Coloquei o último, e principalmente este último quero explicar bem: o sentimento de predestinação é a única coisa que lhe mantém ciente de quem você é, do seu passado e dos seus valores, quando a vida lhe coloca em uma situação em que todos à sua volta estão fazendo o que é errado. É graças a este sentimento que você não se contamina, não muda seu curso, mantém sua personalidade intacta, sem manchas! Você foi predestinado a ser pressionado da maneira mais suja que há na sociedade atual: pelo grito da multidão. E tem a oportunidade de olhar dentro de si e falar de nariz erguido e em alto e bom som: não faço parte deste lixo! O destino me coloca hoje nesta situação para que eu saia mais fortalecido, sem cair, sem pestanejar!
Quando você sai de uma situação destas, sua autopercepção e noção de valores está indubitavelmente fortalecida para que novas situações lhe testem, sem medo, culpa ou vergonha de nada! Se cair na armadilha, então a chance de cair novamente, em um destes três sentimentos, é quase certo, se você permanecer ao lado das mesmas pessoas que te induziram da última vez. Pense nisto! Nem toda lei é justa! Nem toda regra deve ser cumprida! Nem toda pessoa bem apessoada, educada e gentil merece sua confiança e obediência! No final, a decisão é sempre sua, NÃO SE ESQUEÇA!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...