Translate

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Pergunta 21: Por que você é você?

Já se perguntou o que lhe diferencia de todas as outras pessoas? Que característica chama a atenção dos outros em você? Isto é bom? Você gosta desta característica? É muito importante que você perceba o que predomina em sua individualidade, pois é o que separa mentalmente ‘você’ das pessoas à sua volta.
Pessoas com baixa percepção da própria individualidade são suscetíveis à pressão de grupos, de outras pessoas, ou de qualquer um que consiga lhe apresentar argumentos que ‘pareçam’ inquestionáveis. As pessoas que não tem claramente quem são, e o por quê são quem são, também não saberão ‘quem não são’. Serão ótimos ‘laranjas’ nas mãos de espertalhões. Serão ótimas vítimas para estelionatários e pessoas folgadas. Serão ótimos clientes para profissionais antiéticos. Serão grandes codependentes em relacionamentos desequilibrados. Tudo isto porque não sabem exatamente quem são, e por que são quem são.
Para saber quem você é, só existe um caminho: lembrar-se de onde você veio. Lembre quem você já foi. E recorde-se que nunca haverá atalho: para chegar a ser quem você é, vários ‘eus’ seus foram vividos, alguns bem diferentes do que você é hoje; mas um pouquinho de cada um deles estará sempre com você.
Você nunca deixará de ser quem você é. A cada novo eu que surge (geralmente após algum grande trauma ou mudança na vida), seu consciente, na busca de sua reorganização interna, colhe os ‘cacos’ do que sobrou e procura formar alguém mais forte, que resistirá ao choque que sofreu por último. E é por isso que a cada grande mudança de nossa vida somos capazes de nos remodelar, nos recriarmos.
O problema de quem não tem um ‘eu’ bem definido é que quando há o choque, não há nada a quebrar. Por isso não há processo de remodelação, já que não há o que reconstruir. Quando mais definida sua personalidade, maiores serão os choques da vida. E maior será sua capacidade de resistir a choques maiores, após cada trauma. Pense em quem era você a muitos anos atrás. E quem foi você a cada etapa de sua vida. Pois este ‘foi’ e ‘é’ você. Se você tem orgulho ou não, simplesmente não fará diferença, nem para você, nem para qualquer outra pessoa. A questão é o que isto fará de diferença quando tentarem impor a você algo que você não é. Este é o ‘x’ da questão. Pense nisso! 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...