Translate

domingo, 18 de maio de 2014

Você é um VICIADO em INTERNET e TECNOLOGIA? SAIBA AGORA! TESTE da SEMANA

Você é um VICIADO em INTERNET? Descubra AGORA!
Não há lugar melhor para se encontrar um dependente em tecnologia e internet que na PRÓPRIA INTERNET. Cada vez mais pessoas tornam-se dependentes de meios tecnológicos. Somado a isto, uma vida estressante, falta de significado (que causa depressão), péssimos hábitos alimentares e de atividades físicas, elas tentam compensar cada vez mais na tecnologia suas frustrações e tensão. A pessoa mergulha em um mundo de FUGA, virtual, único lugar que passa a se sentir aceita e acolhida, distante dos problemas e tensão de seu mundo REAL.
 
O problema é que seu mundo REAL piora a cada dia, quanto mais ela se afasta. Cada vez mais fica difícil querer voltar. E realmente, há o risco (crescente) de cada vez mais ela não querer voltar. Viver em um mundo que não existe, uma vida que não é dela, na tela do computador. Um personagem que ela criou, que pode ser remodelado a cada instante com o mouse e o teclado. Um mundo perfeito de bate-papos, nicknames fakes, curtidas e compartilhamentos.
 
Este teste não precisa necessariamente ser feito por quem acha que tem o problema. Se você tem alguém de sua família que pode estar com este transtorno, faça o teste e fique alerta. Dependendo do resultado, busque imediatamente ajuda terapêutica para esta pessoa. Quanto mais cedo se detectar esta dependência, menores os danos à vida social e à psique do dependente.
 
Responda para cada uma das perguntas a frequência com que você sente cada afirmação, na sua vida diária (ou no da pessoa que você está analisando). Ao final, clique no botão ‘calcular pontos’ e compare com a tabela de resultados. Não deixe de responder a nenhuma das questões:


1. Com que freqüência você acha que passa mais tempo on-line do que pretendia?
 
2. Com que freqüência você negligencia as tarefas domésticas para passar mais tempo on-line?  
 
3. Com que freqüência você prefere a emoção da Internet à intimidade com seu/sua parceiro(a)?  
 
4. Com que freqüência você constrói novos relacionamentos com amigos usuários on-line?
 
5. Com que freqüência outras pessoas em sua vida se queixam a você sobre a quantidade de tempo que você passa on-line?

6. Com que freqüência suas notas ou tarefas da escola sofrem por causa da quantidade de tempo que você passa on-line?
   
7. Com que freqüência você checa seu e-mail antes de qualquer outra coisa que você precise fazer?  

8. Com que freqüência seu desempenho ou produtividade no trabalho sofre por causa da Internet?
 
9. Com que freqüência você fica na defensiva ou guarda segredo quando alguém lhe pergunta o que você faz on-line?
 
10. Com que freqüência você bloqueia pensamentos perturbadores sobre sua vida com pensamentos leves da Internet?  

11. Com que freqüência você se pega pensando em quando você vai entrar on-line novamente?  

12. Com que freqüência você teme que a vida sem a Internet seria chata, vazia e sem graça?  

13. Com que freqüência você estoura, grita ou se mostra irritado(a) se alguém lhe incomoda enquanto você está on-line?  

14. Com que freqüência você dorme pouco por ficar logado(a) até tarde da noite?  

15. Com que freqüência você se sente preocupado(a) com a Internet quando está off-line ou fantasia que está on-line?  

16. Com que freqüência você se pega dizendo "só mais alguns minutos" quando está on-line?  

17. Com que freqüência você tenta diminuir a quantidade de tempo que fica on-line e não consegue?  

18. Com que freqüência você tenta esconder quanto tempo você está on-line?  

19. Com que freqüência você opta por passar mais tempo on-line em vez de sair com outras pessoas?  

20. Com que freqüência você se sente deprimido(a), mal-humorado(a) ou nervoso(a) quando está off-line e esse sentimento vai embora assim que você volta a estar on-line?
pontos.
 
-Menos de 47 pontos: A pessoa analisada não é um viciado em internet e tecnologia. Mesmo assim, caso sua pontuação fique acima de 30, recomendamos diminuir um pouco seu tempo de acesso, e praticar outras atividades que não envolvam a internet, tampouco tecnologia, especialmente atividades que envolvam outras pessoas (esportes, teatro, cinema, hobbies, etc).
 -Entre 47 e 58 pontos: Já há uma dependência da internet e da tecnologia, que começa a se tornar preocupante. Provavelmente a pessoa não se sente bem se ficar desconectada (off-line) durante algumas horas, como por exemplo se cair a internet ou se a bateria do celular acabar. Já é recomendável a busca de um terapeuta, ou pelo menos que a pessoa reduza IMEDIATAMENTE parte do tempo que fica conectada.
 - -Acima de 58 pontos: A pessoa É UMA DEPENDENTE. Procure imediatamente ajuda. É provável que você não consiga sozinho(a) largar este vício. Ficar algumas horas desconectado causa alto nível de stress, e toda sua vida gira em torno de suas atividades online. BUSCAR AJUDA imediatamente é essencial para se descobrir DO QUE A PESSOA FOGE na vida real. Tal comportamento pode induzir rapidamente a um estado de Depressão, Transtornos obcessivos compulsivos (TOC), dentre outros problemas. Busque ajuda IMEDIATAMENTE!

Este teste foi adaptado do site do Programa Ambulatorial Integrado dos Transtornos do Impulso do Hospital das Clínicas - Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Você pode obter maiores informações, inclusive de tratamento, no site: http://dependenciadeinternet.com.br.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...