Translate

domingo, 8 de junho de 2014

Pergunta 34: Quanto vale o silêncio?


Alguma vez você já esteve com alguém, não disse nada, e saiu sentindo como que acabado de ter a melhor conversa de sua vida? E quando você está em algum lugar com uma bela paisagem, e fica ali parado , observando, sentindo a vida passar... e isto te fortalece e preenche um vazio interior?
Pois é. Às vezes o silêncio preenche espaços que milhares de palavras não conseguiriam. E há duas boas razões para isto: a primeira é que a resposta para todos os problemas está dentro de você. Geralmente não conseguimos encontrar as respostas, porque estamos fazendo tanto barulho que não conseguimos ouvir a voz que vem de dentro de nós.
A segunda é que, quando estamos fora de nosso equilíbrio, estar perto de pessoas que estão em seu equilíbrio nos auxilia a recuperarmos nosso ponto ‘normal’. Coloque dois pêndulos, um ao lado do outro, mas separados, cada um balançando em um ritmo, e verá como ambos chegam a um ritmo igual depois de algum tempo. Já ouviu falar do cumprimento do sul da Ásia ‘Namastê’? Significa “o Deus que habita no meu coração, saúda o Deus que habita no seu coração”. O profundo significado deste cumprimento está ligado a esta conexão entre as pessoas, que citei acima. A presença física de uma pessoa próxima a você já é suficiente para alterar sua energia interna, seu comportamento, suas sensações. Às vezes o silêncio e a paz interior da pessoa que está próxima de nós acalma-nos para que consigamos ouvir nossa própria voz interior.
A agitação de nossa consciência, no dia a dia, cada vez mais ensurdece nossos ouvidos para o que vem de dentro. É importante ouvirmos nossa essência, porque ela é nossa bússola na vida, indicando o caminho que temos que seguir. Novamente cito aqui a história da ‘semente de carvalho’ (procure nas nossas postagens anteriores). Nossa semente é cuidada por este guia, que chamamos SELF. Não é que ele nos fala baixo demais... a verdade é que aos poucos o ser humano está desaprendendo a ouvir a si próprio.
O silêncio fala muito. Não são raras as sessões terapêuticas em que analista e analisando passam horas em silêncio, e ao final um grande progresso é alcançado. Uma pessoa que nunca tenha participado de uma análise se perguntará: mas esta pessoa não poderia ficar no silêncio de sua casa, e assim não teria o custo de pagar um terapeuta? Pois repetimos o que dissemos acima: a presença de outra pessoa, em equilíbrio, por si só já favorece a que o paciente recupere seu próprio equilíbrio.
Pense nisto e escolha bem suas companhias, e as pessoas às quais você recorre quando precisa se reequilibrar!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...