Translate

terça-feira, 8 de julho de 2014

O Tempo (6): não fique comparando-se com os outros










Cada um tem seu tempo de vitória, suas derrotas, sua história de vida. Os primeiros colocados nas corridas são aqueles que se concentram na sua própria velocidade, e não na dos demais competidores, porque só assim eles receberão o feedback do seu próprio desempenho para melhorar a si próprios, momento a momento.
As pessoas são diferentes, têm histórias de vida diferentes, problemas diferentes, mentes diferentes. Quando você perde tempo querendo ser exatamente igual aos primeiros colocados, você esquece todo o contexto da vida da outra pessoa e da sua. Seja você mesmo(a), cobre-se na medida de seu próprio desempenho. Quem conhece melhor você que você mesmo(a)? Se sabe que não pode ter um bom desempenho em determinada coisa por algo extremamente justificável, aceite isto! Na vida não basta apenas o esforço, também precisamos de sorte, fé, esperança e merecimento.
Olhando de fora as outras pessoas, às vezes dá a impressão de que alguém lá em cima não é justo, e que quem mais merecia ás vezes não alcança. Isto porque só estamos vendo a situação de fora, e em geral, apenas um curto espaço de tempo. Se pudéssemos ver pelo ponto de vista da própria pessoa, conhecendo seu passado, e sabendo as consequências futuras de seu ato, talvez entenderíamos melhor que a vida busca o equilíbrio. Se forçamos a barra para conquistar algo hoje, passando por cima do que é certo e das pessoas, pagaremos as consequências amanhã, mesmo que seja de outra forma ou que seja somente entre nossa consciência e nosso Self (neste caso, só a própria pessoa saberá o preço que pagou).
Como estas questões são tão complexas, e em alguns pontos envolve coisas inatingíveis (a consciência e o Self das outras pessoas), gaste energia com o que será produtivo, trará seu autodesenvolvimento e evolução na vida: compare-se consigo próprio. Ninguém conhece melhor você que você mesmo. E ninguém cuidará melhor de você que você mesmo. Se a vida lhe impõe obstáculos que parecem ser maiores que as que põe para as outras pessoas, não desanime: é porque alguém lá em cima acredita que você está cada vez mais capaz de superar estes problemas do que estava antes.
Para quem não tem compromisso com a vida, nunca haverá grandes problemas. Mas para você que tem foco, quer algo melhor, quer se desenvolver e evoluir, cada pequeno passo te deixa mais próximo do seu objetivo. A vida não é uma competição para saber quem chega antes ao seu objetivo. Você nem ao menos terá certeza de que o que a pessoa ao seu lado alcançou é realmente um objetivo de vida. Então, faça sua parte: avalie a si próprio(a). Se você melhorar um pouco a cada dia, já está ajudando a si próprio e ao mundo. Não perca tempo avaliando os demais: cada um nesta vida é juiz apenas de si próprio.
Pense nisto!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...