Translate

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

DESAFIO 26: Converse com alguém que você raramente fala

Não existem duas pessoas iguais. Exatamente por isto, a vida é algo tão instigante e interessante, caso você busque conhecer e se aprofundar. Interagir com pessoas diferentes abre sua mente para ideais fascinantes e novas perspectivas.
Perdemos grande oportunidade de evoluirmos quando nos fechamos às pessoas que estão próximas. Por medo, vergonha ou timidez, deixamos de entrar em contato com ‘outros mundos’ que são capazes de nos ampliar os horizontes, opiniões, objetivo de vida. Conhecer o ‘diferente’, em especial aquele que está ao nosso lado, relativiza nossa opinião, nos faz realmente sentirmos que somos parte de um todo muito maior, do qual cada ser humano é uma engrenagem única e insubstituível.

Seu desafio de hoje é todos os dias, pelos próximos 30 dias, puxar conversa com uma pessoa com a qual você raramente fala.
Apresente-se, fale sobre você, descubra quem ela é, seus interesses, como é sua vida, como ela se sente. Explique a ela este desafio, até como forma de compartilhar esta ideia, e demonstre seu compromisso em também falar sobre você. Ninguém gosta de pessoas que só fazem perguntas e nunca se oferecem para dar respostas.
Este exercício aumentará sua empatia (capacidade de se colocar no lugar do outro), porque quando nos relacionamos apenas com quem gostamos através de uma primeira boa impressão (por escolha própria) ou pelas pessoas que a vida nos impõe conhecer (como colegas de trabalho), diminuímos muito a variedade de nosso círculo de conhecidos e amigos. Acostumamo-nos a gostar de determinados tipos de pessoas, e ignoramos ou rejeitamos as demais. Por vezes, encaminhamo-nos para o preconceito sem perceber.
Preconceito, racismo e a maioria das ‘fobias’ contra minorias ou grupos da sociedade são em grande parte produto da falta de contato direto com pessoas destes grupos, muito especialmente na infância. Mas não e preciso voltar no tempo para se corrigir este erro: basta você estar aberto para conhecer todo tipo de pessoa (preferencialmente aquelas que te fazem bem). Mesmo as pessoas aparentemente desagradáveis, num primeiro momento, podem se mostrar grandes seres humanos, caso você tenha a sensibilidade e paciência para conhecer a fundo sua história de vida, seus sofrimentos, suas vitórias, e principalmente, suas esperanças.
Já conheceu alguém hoje?

Até o desafio de amanhã!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...