Translate

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Lição 1: DEFENDA a SI MESMO(A) todos os dias!

Chega uma etapa da vida em que já acumulamos em nosso passado um número considerável de derrotas. Sempre, mesmo que você também já tenha obtido vitórias, terá acumulado também derrotas. E isto não é algo fácil de se lidar.
A cada derrota que sofremos na vida, há uma pequena (ás vezes uma grande) mágoa gerada em nosso Ego. Conforme vão se acumulando, há dois caminhos possíveis: ou o seu Ego vai ficando flexível (a palavra certa é resiliente) ou então ele endurece, desistindo de tentar (para não sofrer nova derrota).
Depois de várias derrotas, é comum desistir, e esperar que algo aconteça e mude nossa ‘sorte’, que a vitória caia do céu, ou que surja alguém que nos apoie e nos ajude a sermos vitoriosos. Em geral, as pessoas desistem de si próprias. Passam a ser menos resilientes, a aceitar mais a desistência, a rendição. E a não tolerar a derrota. 
Se você está nesta situação, perceba que você está desistindo de si próprio(a), e não terá motivos para culpar o destino ou a vida por isto. 
De quem você deve esperar apoio e confiança em primeiro lugar? Respondo: de si próprio(a)! Auto-estima, amor-próprio, auto-confiança , todos termos que remetem a si-mesmo(a): “auto” , “próprio”. A auto-estima é gerada de você mesmo(a); assim como a auto-confiança, e o amor-próprio. São sentimentos que só existirão se você passar a defender seu nome, sua história, seus objetivos, seus direitos, sua vida.
Esperar ser reconhecido e amado pelos outros sem se amar e sem reconhecer o próprio esforço, é o mesmo que ficar esperando a felicidade cair do céu. Pode até ser que aconteça, mas é dar aos outros poder demais para decidirem a sua vida!
Preste atenção em como você defende seus objetivos, sua história de vida e seu próprio nome. Defenda e acredite em si próprio, e só depois passe a exigir da vida e dos outros que também acreditem. Se você já ‘apanhou’ bastante da vida, não entenda isto como motivo para acreditar que não pode, que é inferior ao que pensava ser, ou que é um sinal do destino de que você não deve tentar ser mais do que é... o que não te mata te fortalece: todos os obstáculos e derrotas pelos quais passou te deixaram mais forte e experientes do que aqueles que nunca passaram por eles, e isto te fará mais forte para superá-los. 
Pense nisto!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...