Translate

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

A GULA - por Luís Estevam de Oliveira - historiador


A gula, esse desejo insaciável de querer mais e mais, o pecado que a igreja transformou em capital na Idade Média, já foi visto de diversas maneiras. Hoje vivemos um tempo de contradições: de um lado o culto e o cuidado com o corpo, a ciência, a nutrição trazendo regras de como se deve comer… e do outro lado, o estímulo gastronômico nas competições do tipo “quem come mais” e no enorme sucesso do rótulo “gourmet”… Afinal, onde cabe a gula no mundo contemporâneo? O historiador Luis Estevam de Oliveira Fernandes traz uma análise de como a humanidade inventou a gula e associou-lhe culpa.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...