Translate

domingo, 2 de novembro de 2014

Não se lamente (26) limitando a si mesmo(a)




Conheço muitas pessoas que passam quase toda a vida acreditando não ser capaz de algo, e quando finalmente são forçadas pela vida a fazê-lo, descobrem que não apenas conseguem, mas que podem ir muito além disto.
Nosso medo de sair da zona de conforto dói mais que a real mudança em nossas vidas. Não há nenhuma razão para aprisionar-se a si mesmo(a). Como dizia um professor meu: pense fora da caixa, e não dentro dela.
Muitos pensam como se estivessem presos dentro de uma caixa, e não pensam além dos limites que acreditam que são obrigados a respeitar.
Não sei se sabe, mas antigamente quando era comum encontrar grandes animais nos circos, os filhotes de elefante eram primeiramente presos a toco de árvore. Depois que ele estava acostumado, prendiam-no a um banquinho de madeira, de formato próximo ao do toco. Este banco não estava preso ao chão nem a nada, mas o pequeno elefantinho, pensando que ainda estava preso ao tronco, nem ao menos tentava arrastar o tal móvel.

Assim também é conosco. Prendemo-nos a diversos pequenos banquinhos sem nem ao menos tentar puxá-lo para ver se é real. Diversos ‘banquinhos’ nos prendem em nossa vida, e temos medo de desafiá-los e descobrirmos que na realidade estivemos soltos o tempo todo, livres, mas nosso medo foi o que nos prendeu.
Não fique se limitando. O que te prende pode ser você mesmo(a)!

Pense nisto!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...