Translate

domingo, 4 de janeiro de 2015

Não se lamente (36) querendo mais do que precisa

A forma mais saudável de lidar com o dinheiro, com o tempo, com a energia limitada que a vida e seu corpo lhe proporcionam, é sempre gastar menos do que tem. No máximo, chegue no limite do que é seu. Ultrapassar esta linha tênue é comprometer sua jornada até onde você tanto lutou para chegar, no futuro.
O que fazemos exteriormente é reflexo do que ocorre em nosso interior. Se gastamos mais do que temos e/ou do que precisamos para viver, é sinal de que há algo muito errado em nosso interior. Em geral, está ocorrendo uma compensação. 
Muitas pessoas vão às compras para compensar uma tristeza, uma baixa autoestima. Costumam comprar coisas de que não precisam para 'inflar seu ego' e parecer ser quem não são, como comprar um carro novo quando podem continuar com o carro antigo, ou nem mesmo precisam de carro. 
Pessoas que gastam muita energia, enchendo cada espaço de sua agenda com alguma atividade, podem na verdade estar fugindo de si próprias, temendo que em uma pequena brecha na agenda permaneçam sozinhas e tenham que pensar em si mesmas, em refletir sobre suas próprias vidas. E isto (fugir de si mesmo(a)) é algo muito comum no dia de hoje.
Aliás, pessoas que apreciam ficar sozinhas para descansar e refletir são até mal vistas, como desocupadas.
Tudo hoje nos influencia a gastar mais, a ocupar cada vez mais nosso tempo (com pessoas até eliminando seu descanso noturno para fazer mais coisas que não conseguem durante o dia), a correr, e correr. Correr de nós mesmos. 
Pare de querer. No hinduísmo, uma das máximas é controlar este 'desejo' sem fim do ser humano moderno. Não precisamos de nada além do mínimo para sobreviver, se relativizarmos todo o modo de pensamento moderno. Boa parte da angústia que move a sociedade moderna se baseia neste eterno querer, um poço sem fundo que nenhum dinheiro do mundo resolverá o suficiente. Queira menos. Vivencie e experiencie mais as pessoas, a vida, o tempo. Quando tudo acabar, todo o 'querer' transformado ou não em 'ter' de nada valerá. Viver com menos é sentir que a vida lhe dá mais do que precisa para você viver, e viver bem. Queira menos, assim terá muito mais. Vivencie, sinta o momento. Este é o significado do 'carpe diem'. Porque a colheita é hoje, não se angustie com a plantação de amanhã. Quando for hora de plantar, assim será.
Pense nisto!
Até amanhã. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...