Translate

quinta-feira, 2 de abril de 2015

7 FORMAS DE LIDAR COM PESSOAS TÓXICAS: nova série de postagens!

Nesta nova série de postagens daremos 7 dicas de como lidar com pessoas tóxicas, aquelas que não apenas sugam sua energia, sua motivação, seu bem estar... mas também envenenam seu ser com ódio, raiva, mal humor, negativismo, falta de vontade e perspectivas. 
Não deixe que este tipo de pessoa tenha qualquer espaço em sua mente ou seu coração. Aumente o preço de sua atenção para este tipo de pessoa que em nada contribui para seu progresso e seu bem estar!
Realmente é um grande desafio, se já não bastassem os problemas naturais do dia a dia, ter que conviver lado a lado com pessoas constantemente mau humoradas, negativas e que não fazem nada para mudar sua visão terrível do mundo à sua volta.  Lembre-se que pode ser apenas uma pessoa em uma má fase, uma doença, uma preocupação familiar, ou falta de amor e apoio emocional.  Muitas vezes o que estas pessoas precisam é de um pouco de atenção, suporte emocional e cuidados,  mas isto em nada interfere na sua necessidade de se proteger de seu negativismo.
Porém, esta série de postagens que se inicia amanhã tem um foco mais preciso: a pessoa realmente tóxica: aquela que tenta controlar seu humor para intimidá-lo(a) e manipulá-lo(a)...
A permanência neste tipo de relacionamento (seja pessoal, seja profissional, seja familiar) pode infligir um abuso duradouro em sua vida, prendendo-o(a)  à esta pessoa com laços dos quais cada vez mais não conseguirá se desvencilhar.
Estas pessoas tóxicas são sempre auto-referenciadas: acham-se donas da verdade, e que tudo à sua volta está errado. Relacionam-se com os que estão à sua volta de acordo com suas prioridades e importa-se com os demais de acordo com a possibilidade que acredita que podem satisfazer suas necessidades egoístas.  Isto é ser uma pessoa tóxica: importar-se com os outros apenas na medida em que pode tirar algo dos mesmos, e de acordo com sua capacidade de manipulação de seu humor e sua boa vontade.
Definitivamente não acredito que haja qualquer justificativa para se suportar e tolerar a manutenção de qualquer vínculo afetivo, por menor espaço de tempo que seja, com este tipo de pessoa. Sua saúde mental, sua qualidade de vida, sua integridade moral dependem disto. Então, como fazer? A partir de amanhã, pelos próximos 7 dias, aqui, no Psicologia.med.br.
Até amanhã!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...