Translate

sábado, 11 de abril de 2015

Pessoas tóxicas 6: utilize a compaixão no momento certo

Às vezes (só às vezes) as pessoas tóxicas que você conhece estão realmente passando por algum momento difícil, ou mesmo por alguma doença. Mesmo as piores pessoas também são seres humanos, e esta dificuldade vivenciada talvez seja o grande momento de redução de sua inflação de ego de modo a que ela perceba que depende dos outros, em especial daqueles a quem tanto importuna todos os dias.
Apesar de recomendar muito cuidado para se prevenir de eventual ‘fingimento’, algo que as pessoas tóxicas sabem muito bem fazer, na dúvida sempre acredite no ser humano (esta regra vale para toda situação na vida). Só crie uma parede, uma proteção, um isolamento de defesa se realmente tiver certeza que a pessoa está intencionalmente fingindo e sendo tóxica com você. Nas demais situações, deixe a dúvida fazê-lo crer que ele(a) está realmente angustiado, deprimido, ou mesmo mentalmente e fisicamente doente.
Isto não significa deixar com que a pessoa tóxica aproveite-se de sua boa vontade: ela continuará abusando do bom senso se você deixar, mesmo doente. Mas tente ajudá-la da mesma forma que ajudaria a qualquer pessoa em uma situação difícil: faça o possível para que ela possa voltar ao mínimo de segurança com relação à sua saúde (seja física ou mental). 
Se deixar alguém cair, alguém ficar indefeso e desprotegido realmente, em qualquer situação na vida, como uma forma de vingar-se por tudo o que aquela pessoa fez a você, estará fazendo de uma circunstância infeliz um meio para alcance de um fim nada saudável, tampouco elogiável.
Não haja da mesma forma que aquele(a) que te maltratou tempos e tempos. Se a pessoa é ‘problemática’, tóxica por natureza, se ela é danosa para o ambiente em que você é obrigado a conviver com a mesma, só utilize sua força contra ela para se proteger, para definir claramente seus limites, mas não para vingar-se. Além disto, você pode estar enganado e ser apenas uma má impressão: pode ser que a pessoa não seja realmente tóxica, apenas não está se entendendo muito bem com você por alguma razão pessoal (o que também não é culpa sua, se não o(a) provocou). Há doenças psíquicas que podem dar a impressão de que as pessoas são tóxicas, que são de péssimo convívio.
Pessoas bipolares, por exemplo, são de difícil convivência, por exemplo, mas verá que quando estão em situações difíceis, tratá-las mal, afundá-las ainda mais em sua dor, não ajudará a fazê-las perceberem que estavam erradas, tampouco lhes dará força para se recuperar e aprender a serem pessoas melhores. Pelo contrário: poderão piorar em seu ódio pelos que estão à sua volta.
Lembre-se: quando as pessoas tóxicas estão realmente ‘numa pior’, exercite um pouco de compaixão e demonstre-as que a bondade, a atenção, a ajuda pode vir de onde elas menos esperam. Só podemos dar o que temos. Se ela não costuma receber amor e atenção, dificilmente os terá para dar aos a sua volta. Exercite sua compaixão nestas situações.
Pense nisto!
Até amanhã!
Adilson Cabral.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...