Translate

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

PASSO 8: OUÇA SEU CORPO, OUÇA SUA ALMA!

SÉRIE: 10 PASSOS PARA TER UM ANO NOVO MAIS FELIZ
Chegar e permanecer em equilíbrio, interno e externo, não é algo complexo de se aprender. Porém é preciso refinar os sentidos, melhorar sua habilidade de ouvir os sinais de seu próprio corpo e de sua própria mente, para perceber quando está em um dos extremos, ou do excesso ou da falta. 
No último final de ano você conseguiu controlar os excessos com comidas e bebidas? Se conseguiu, parabéns, e provavelmente sabe que faz parte de uma minoria que consegue ser assim, e não apenas nesta época de festas... se não utilizarmos com sabedoria nossa mente para refinar a autopercepção dos sinais do corpo e da alma (inconsciente, sentimentos), ficaremos constantemente pulando de excessos, para culpas, para restrições severas, e novamente excessos e muita culpa... um círculo vicioso para toda aquela pessoa que já fez e não conseguiu manter regimes, para aqueles que sempre retornam a relacionamentos destrutivos, para aqueles que tentam alcançar um sonho mas desistem logo nos primeiros obstáculos...
Isto ocorre não porque não somos capazes, mas porque esquecemos como ouvir e sentir os sinais que nós mesmos transmitimos, sobre o momento certo, a quantidade certa, a coisa certa, a pessoa certa... hoje em dia costumamos duvidar muito de nossa própria sensibilidade, quando deveríamos confiar mais nela.
Sinta os sinais de seu corpo, dando-se momentos de descanso e relaxamento de vez em quando, ao perceber que o merece após um período de muito trabalho e sacrifícios. Ou então permita-se algum doce ou comida que em geral restringe em sua dieta, após atingir determinada meta do regime.
Permita-se um momento de 'quebrar a rotina' após um grande período de sacrifícios e regras cumpridas... ouça seu inconsciente quando você merece parar o que está fazendo e assistir a um filme de comédia em casa com seu par, e esquecer do problemas por alguns instantes.
Saiba ouvir e obedecer seu próprio ritmo pessoal. Se você não estiver bem determinado dia, não insista, procure relaxar e se recuperar. Se está sentindo muita preguiça para fazer algo importante, focalize em sua mente qual a motivação para ultrapassá-la... se não conseguir fazer isto, pense e busque descobrir qual a origem esta 'preguiça'... pode ser um desânimo com algo mal resolvido e que requer sua atenção, desde seu coração...
Funcionamos assim, mas esquecemos disto. Sem se conhecer, saber como funciona a si mesmo(a), não conseguiremos entender o outro. Sem saber sentir e ouvir a si próprio(a), não se consegue, com plenitude, ouvir e sentir ao outro em toda sua profundidade.
Antes de dormir, já na cama, após deitar-se, sinta o peso do próprio corpo, onde dói, onde está tenso, onde está relaxado... feche os olhos e pense no que está sentindo neste momento... sinta de onde vem este sentimento e os que ele traz consigo... comece a perceber que os maus pensamentos podem ir tão fácil quanto chegaram, e que os bons sentimentos podem ser guardados junto à sua alma e levados para onde quiser, quanto tempo quiser, e alimentados para crescer ainda mais...
Parece filosofia, poesia? Pratique... depois me conta se deu certo...
Até o passo 9!
Adilson Cabral
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...