Translate

domingo, 26 de junho de 2016

LIBERDADE #09: NÃO DESANIME, A ENERGIA VEM DE DENTRO!

As limitações, bloqueios, impedimentos, são todas de origem externa à nossa mente. A própria sociedade é o maior limitador do indivíduo, introjetando idéias do que ele pode ou não fazer, ser ou querer. Ao buscar sua felicidade, o que realmente deseja em seu interior, com toda certeza se esbarrará nestas limitações externas que tentarão impor uma única forma de ver a vida, o rumo que você poderá tomar, a decisão que querem que você tome.
Lutar diretamente contra estas forças externas é uma luta digna de Dom Quixote e seus moinhos de vento. Não se trata de lutar contra elas, e sim enxergar além do moinho. Basta ultrapassá-lo.
Nossas forças se esgotarão se tentarmos entender ou justificar nossas decisões internas, nossos desejos e sonhos a todos que de alguma forma bloqueiam nosso caminho. Muitas vezes é perda de tempo e de energia. E te fará desanimar, ao pensar, ou que todos tem razão e você deve voltar a pensar como todo mundo e deixar de sonhar com o que tanto quer, ou então que ninguém te compreende.
Nossa realidade psicológica só é conhecida de nós mesmos. Ninguém nunca entrará em você para sentir como você sente, ou saber de toda sua história de vida, para compreender o que tanto quer da vida. Então não desanime com o pensamento dos que o circulam, se algo faz sentido para você, é sua realidade, mesmo que seja algo que você ainda deseja que aconteça e persegue e à sua volta lhe digam que não acontecerá, que é impossível.
Sua liberdade neste ponto está em acreditar em si próprio(a), na sua realidade psicológica e pessoal, ou se prender ao que os outros creem que é melhor para você. Não esqueça nunca que antes de se preocuparem com você, todos os outros se preocuparam primeiro com o próprio umbigo, na quase totalidade das vezes.
A energia que você precisa para te levar até onde deseja ir nesta vida está dentro de você. Já nascemos com ela, e aos poucos vamos deixando de acreditar em nós mesmos, obstáculo após obstáculo que vivenciamos. Por esta razão as crianças são tão sonhadoras (apesar de ingênuas quanto aos obstáculos que enfrentarão na vida), e porque muitos adultos são tão descrentes quanto ao seu próprio potencial (pois deixaram-se se abalar pelos problemas que foram surgindo, e começaram a acreditar no que a sociedade à sua volta lhe introjetou).
Não é uma lógica muito difícil de entender: se você apostar que dará certo, que conseguirá o que tanto sonha, ao final de sua vida estará no mínimo satisfeito consigo próprio por ter lutado e tentado... se, no entanto, no fim, descobrir que se tivesse tentado teria conseguido, mas preferiu desistir... nunca conseguirá, e ainda poderá ter que conviver com a mágoa de uma vida não vivida... 
Não esqueça: só se vive uma vez, e só se vive a própria vida.
Até amanhã!
Adilson Cabral.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...