Translate

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

RELACIONAMENTO SAUDÁVEL #14: NÃO EXIJA PROVAS DE AMOR

Amar é acreditar sem provas. Você sente, não é algo que se mede ou se avalia. Se quer avaliar o 'quanto' o outro gosta de você, talvez sua preocupação está muito mais em provar algo para os outros, do que realmente se preocupar e cuidar de quem se preocupa e cuida de você. Naturalmente, com o tempo, você terá suas provas se deixar seu par participar da sua vida, se der a ele(a) espaço para que assim o faça, em vez de fazer de um namoro, um noivado, de uma relação, como se fosse um teste para admissão em um grande emprego. Não é assim que deve funcionar em uma relação saudável. Há pessoas que vieram de relacionamentos conturbados e logo no início de novos relacionamentos querem provas de que nenhum dos defeitos de seus(suas) 'ex' estão presentes em seu novo par... fazem tantas exigências que qualquer defeito que o outro apresentar logo será encaixado em um dos itens de sua lista (mesmo que não seja), e ali colocada toda a culpa por terminar o relacionamento.Seria interessante que estas pessoas observassem em si mesmas se estão no mesmo nível das exigências que fazem.
O que fazem, na realidade, é criar justificativas para não criarem laços fortes de relação. Não colocam os dois pés dentro do relacionamento: apenas um... e estão prontas para tirá-lo quando lhes dá na telha, na mesma velocidade que culparão o outro por não amá-las e não provar seu amor.
São jogos 'jogados', em geral, a nível inconsciente por estas pessoas, que irão destruir um a um cada novo relacionamento que começarem, para azar (e tristeza) das pessoas que com ela vierem a se relacionar. 
Em um relacionamento saudável, se a relação não está evoluindo (para o bem de ambos) na velocidade que um ou ambos querem, sente e converse. Dê chance ao outro se justificar, de melhorar, de ajudá-lo(a) a ver onde está errando (se está). Culpar o outro por 'não lhe agradar tanto quanto você acha que deveria' é apenas um jeito de se colocar acima do outro na relação... isso não é uma relação de amor, é outra forma de relação, aquela em que um manda e outro obedece, chamada 'poder'... pense nisso!
Até o próximo post!
Adilson Cabral
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...