Translate

sábado, 17 de fevereiro de 2018

SUPERAÇÃO #21: ESPERE DIFICULDADES MAS NÃO DEIXE DE TENTAR

Não espere que as coisas sejam fáceis para você. As vezes comparamos nosso desempenho e as dificuldades que nos surgem pelo caminho, com outros que estão na mesma busca nossa mas, aparentemente, recebem da vida como que um "salvo-conduto" para chegar onde querem enquanto obstáculos monstruosos se contrapõem entre nós e nossos objetivos. Nesta comparação costumamos esquecer que nem tudo é o que parece ser.
Dificuldades ou facilidades, é sempre um ponto de vista. Ninguém se desenvolve só com facilidades. Também, a vida não é um eterno ninho de espinhos. Se encontramos diversas dificuldades no caminho que queremos e desejamos percorrer, ou estamos errados (isto requer uma autoavaliação criteriosa) ou, se tivermos certeza que é realmente nosso caminho, cada dificuldade que se nos impõe a vida é uma etapa a ser concluída para concretizarmos o que tanto buscamos.
Parece lógico, e é, mas é difícil de nossos sentimentos entenderem tal fato quando olhamos ao nosso lado outros logrando tão facilmente o que para nós, é tão difícil ou até parece impossível.
O que não se pode fazer é desistir, nesta situação. Há pessoas que, ao percorrerem um caminho mais difícil, logo desistem e tentam outro mais fácil. Outras até mudam seus objetivos, para alguns mais simples. Não irei dizer que isto será errado ou certo, mas sim que esta decisão estará diretamente ligada à profundidade com a qual você viverá a vida. 
Podemos viver a vida superficialmente, esperando que ela nos dê de bandeja o que possa nos sustentar, e suportar os piores momentos quando ela não o fizer, sem fazer nada para melhorar nossa situação. É uma possibilidade, que não é muito diferente de vegetar em vida. Um vegetal age da mesma forma, talvez até melhor.
Mas se você realmente quer sentir a vida em sua profundidade, interaja com os desafios que ela lhe proporciona. É curioso: ninguém compraria um jogo de videogame cujas fases sejam fáceis de transpor... mas nem todas as pessoas encaram os problemas e obstáculos da vida como fases que você tem que transpor para chegar em um nível acima do que está hoje. 
Não há evolução, conhecimento, vivência profunda da vida, sem que haja certa tensão, angústia e autossacrifício... não nascemos para viver eternamente à beira de uma praia esperando um coco cair em nossas mãos. Isto não é vida, é o que chamamos "inferno paradisíaco"... é uma morte lenta, e será dolorosa quando se perceber o quanto da vida se jogou fora assim.
Freud nos apresentou a "angustia" existencial que parece ser inerente ao ser humano. Esta angústia é proporcional ao conhecimento que temos de nossa real condição humana. Ao mesmo tempo que é causa, é efeito também. Mas não é por ser angústia que é algo ruim. Tudo que nos paralisa, não é algo bom, necessariamente. Receber os problemas, os desafios, ou mesmo os impedimentos que a vida invariavelmente nos traz, como etapas de um processo de evolução espiritual e mental, é uma mostra de maturidade que, mesmo sem diminuir esta tal angústia existencial, fará você se sentir realmente e verdadeiramente, LIVRE e VIVO(A)! Pense nisso!
Até nosso próximo post!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...